sexta-feira, 27 de maio de 2016

Michel Temer é inimigo do mercado?

Desde que o presidente interino tomou posse que a bolsa cai e o dólar sobe. Vem fazendo vítimas atrás de vítimas na bolsa de valores com o seus sustos.

Banco do Brasil foi um destes papéis a ter queda forte após ameaça de liquidação do Fundo Soberano, fortemente exposto em ações do banco (BBAS3).

Agora parece que tem-se novas vítimas via BNDES:
sede do BNDES no centro do Rio

O "novo BNDES" pode movimentar R$ 51 bilhões e afetar 30 ações na Bolsa; veja as impactadas
Em relatório, a equipe de análise do BTG Pactual mostra quais as eventuais impactadas com uma venda total ou parcial do BNDES em empresas da Bolsa


Confira abaixo as empresas com participação no BNDES por setor:
Confira abaixo as empresas com participação no BNDES por setor

Na tabela abaixo, você confere a lista de empresas em ordem da mais impactada para a menos impactada:
Na tabela abaixo, você confere a lista de empresas em ordem da mais impactada para a menos impactada

A hipótese de venda de participação do BNDES ocorre em meio a anúncio de alterações na visão do governo sobre o banco de fomento. Na terça, o presidente interino Michel Temer e o ministro da Fazenda Henrique Meirelles propuseram a devolução de pelo menos R$ 100 bilhões em recursos repassados pelo Tesouro nos últimos anos que, no total, somam R$ 500 bilhões. Temer afirmou que a ideia é que R$ 40 bilhões sejam devolvidos neste momento e o restante no futuro.

Agora na opinião de esquerdopatas, o governo do Michel é inimigo do trabalhador e amigo do mercado. Quem poderá nos defender??

Quem poderá nos defender? Eu, Chapolim Colorado

Pacote de Temer é a favor do mercado e contra o trabalhador

Nenhum comentário:

Postar um comentário